10 diciembre 2007

Petição contra a Mutilação Genital Feminina

Petição contra a Mutilação Genital Feminina
Ao Sr. Louis Michel, Comissário Europeu para o Desenvolvimento & Ajuda Humanitária;
Aos Ministros para a Cooperação e Desenvolvimento dos países da União.

Como cidadãos ou organizações, queremos expressar a nossa oposição à prática da Mutilação Genital Feminina. Anualmente, mais de 3 milhões de meninas sofrem anualmente esta ignomínia, e mundialmente mais de 150 milhões de mulheres vivem com os efeitos para o resto das suas vidas. As consequências físicas e psicológicas desta violência constituem uma séria invasão da integridade e dignidade destes seres humanos. Nós pedimos que tornem esta causa um tópico prioritário.

Nós pedimos que dediquem mais recursos para informar e educar a fim de se poder atingir a erradicação desta violência a todos os níveis, quer nacional quer Europeu.

Nós apoiamos as propostas do “Respect-ev” para lutar contra esta calamidade, em especial:

1. A elaboração e aprovação de leis claras e eniquívocas banindo esta prática de modo a tornar a Europa um mundo de tolerância zero contra a Mutilação Genital Feminina.
2. Estruturar a distribuição de ajuda a países africanos sómente se ajudarem a ilegalizar e erradicar esta violência.
3. Colocar este tópico na agenda das conferências intergovernamentais com países africanos.
4. Financiar ONGs que trabalhem com este problema na Europa e em África.
5. Liderar e financiar campanhas importantes e actividades que eduquem e tragam os factos ao conhecimento das populações.
6. Considerar a ameaça de mutilação como justificação para concessão de estatuto de refugiado.
Agradecemos a vossa compreensão e consideração, e respeitosamente pedimos que considerem a nossa petição.


Esta petição será publicada, como uma carta aberta, em vários jornais europeus, no 5º “dia mundial de tolerância zero contra a mutilação genital feminina”, em Fevereiro de 2008.

Petição em português

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada

Los comentarios están moderados. En absoluto esto es una medida de censura. Todos los comentarios serán publicados excepto aquellos que contengan graves insultos, amenazas o que por su redacción sean incomprensibles.
Comentarios incomprensibles como esto "aii x diios! no pueden ser tan crueles! xq hacen esoo ?¿? aasoo piensan que es divertido?"

NO serán publicados.