29 marzo 2009

Bolivia: perro torturado y crucificado



Amiga/o
Mais uma vez, apelo à sua sensibilidade e amor pelos seres que não têm voz para se poderem queixar, nem mesmo quando são vítimas das atrocidades que cometem esses outros animais, que são os seres humanos. O que está a acontecer na Bolívia é simplesmente vergonhoso, e vou abster-me de usar outros adjetivos que possam ofender a sensibilidade dos bolivianos de bom coração, que nada têem a ver com os fatos descritos.

Precisamos de uma campanha como a do caso Vargas, em que mais de 4 milhões de pessoas se envolveram, assinando seu nome. Essa campanha, embora não tenha atingido o objectivo do boicote, devido à covardia dos organizadores e de outras aves de vária penugem, decerto mobilizou consciências.

Mobilizar consciências na Bolívia é o que nos pede a Associação para a Protecção dos Direitos do Animal boliviana ADDA. As autoridades absolutamente nada fazem quando os factos descritos ocorrem, o que resulta na ocorrência de mais casos, a cada dia que passa. A comunidade internacional, da qual você faz parte, tem algo a dizer e você pode fazê-lo assinando a petição que iniciou o meu bom amigo Chuck Gary.

Por favor, copie e cole o texto abaixo e envie aos seus amigos e contactos. NÃO FAÇA REENCAMINHAR ou "FORWARD", crie uma nova mensagem e cole o texto, para que não se divulguem endereços. Obrigado.


Jaime Sancho
www.ea6gk.org

------------------------- copiar e colar ------------------------------

Recebemos fotografias da barbaridade que foi cometida por gente sádica a um cão em TACATA, uma povoação perto de Quillacollo, em Cochabamba, Bolívia. O cão foi crucificado e exames efectuados revelaram que inclusivamente foi torturado, antes da sua crucificação.

Apesar dos muitos esforços, não foi possível encontrar os responsáveis e nem as organizações de protecção aos animais nem as pessoas que fizeram o inquérito, receberam qualquer apoio por parte das autoridades bolivianas, o que tem provocado uma profunda indignação em todo o mundo.

Estamos escandalizados com a tortura e crucificação a que foi submetido este pobre animal, e porque o torturador que efectuou tais atrocidades não foi castigado.

Pedimos às autoridades bolivianas que ajudem activamente na procura deste bárbaro e o castiguem duramente. Foi lançada uma campanha de recolha de assinaturas, a nível internacional, para solicitar ao Presidente Evo Morales acabar com estes incidentes, punir os responsáveis e promulgar uma Lei de Protecção Animal.

RELAÇÃO DOS FACTOS DE QUE TIVE CONHECIMENTO:
(ATENÇÃO: as imagens são extremamente fortes)

1. Degolam dois cães ante as câmaras de televisão.

2. No carnaval e festas religiosas, centenas de animais selvagens e de espécies em perigo de extinção são sacrificados para adornos de vestuário, renovados todos os anos.

3. Um sub-tenente do exército assassina brutalmente um cão, numa sessão de treino militar com armas brancas.

4. Militares destripam um crocodilo vivo.

5. Num ritual macabro, militares destripam um cão vivo.

6. Voluntários das SAR-FAB (Força Aérea Boliviana), cometem atrocidades com cães de rua.

7. Torturam e crucificam um cão.

8. O pessoal do Canil Municipal de Cochabamba (Zoonosis) tem por costume deixar os animais abandonados sem àgua, comida ou aquecimento, durante os fins-de-semana; recentemente, após mais um fim-de-semana em condições deploráveis anunciaram a pretensão de matar 8 cães; o cão de guarda do canil, deixado aos cuidados do Chefe da Zoonosis, apareceu com as orelhas e cauda cortadas – segundo o próprio “o cão é meu, posso fazer com ele o que me apetecer” (sic). Vários cães, mesmo não abandonados, procurados pelos donos, “desaparecem” misteriosamente, depois de capturados.

9. No Hospital Solomón Klein de Cochabamba, 3.000 vacinas anti-raiva foram queimadas, após o que os “veterinários” municipais desataram a matar todos os cães, encubrindo sob a capa da Zoonosis, o desastre das vacinas às entidades de saúde oficiais (SEDES – Ministério da Saúde).

10. Cães e gatos que incomodem ou se queiram trocar por outro mais bonito, são simplesmente enforcados e pendurados, nas casas ou árvores da via pública, por todo o país.

11. Animais de todas as espécies são envenenados com estricnina, durante todo o ano, causando uma “corrente de morte” com risco para a saúde pública e danificando o meio-ambiente. Isto passa-se em Sucre, Potosí, Oruro, Cochabamba, Las Minas e outros departamentos.


A sua assinatura é muito importante.
Apoie esta causa assinando a petição em PetitionOnline ou em Care2.

3 comentarios:

  1. QUE MORRAM COM MUITO SOFRIMENTO TODOS OS MALDITOS SERES HUMANOS QUE MALTRATAM QUALQUER ANIMAL. HUMANOS MALDITOS.... VÃO PARA O INFERNO !

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/4/12 20:02

    uma pergunta es vegetariano??

    ResponderEliminar

Los comentarios están moderados. En absoluto esto es una medida de censura. Todos los comentarios serán publicados excepto aquellos que contengan graves insultos, amenazas o que por su redacción sean incomprensibles.
Comentarios incomprensibles como esto "aii x diios! no pueden ser tan crueles! xq hacen esoo ?¿? aasoo piensan que es divertido?"

NO serán publicados.